Stacks Image 5

Tereza Gregório Tete



Tereza Gregório, a Tetê, nasceu no Rio Grande do Norte e veio para o Acre na companhia de sua família para os sertões do Rio Juruá na época da Segunda Grande Guerra. Acompanhou seus pais, Idalino e Maria Francisca das Chagas, quando estes vieram se estabelecer em Rio Branco, no ano de 1951. Com a vinda de sua irmã Rita e seu cunhado Sebastião Mota de Melo para a Colônia Cinco Mil, na capital do Estado, anos depois acolheu o Santo Daime e por ele foi acolhida com satisfação, havendo se tornado irmã fardada ainda em vida do Mestre Irineu.

Na Colônia Cinco Mil se tornou a zeladora da nova igreja, sua amada "barquinha" (a idéias original do projeto arquitetônico foi de que fosse edificada no formato de uma barca), cuidando tanto de sua limpeza e apresentação quanto da oração do terço antes dos hinários e o bailado na fila das solteiras.

O sobrepeso emocional possibilitou que desenvolvesse um tumor, que a vitimou quando ainda não tinha cinqüenta anos de idade. Passou para o outro lado "com louvor", é o que atesta seu hinário de primorzias onde o Beija-flor curador da Linha de Arroxim resplandece, e onde ela, como Maria Marques Vieira, soube apresentar suas despedidas num ímpeto de alegria:



Meus irmãos, eu já voltei
Voltei para o meu Jesus
Com fé e esperança
Eu vou vencer

Meu São João foi quem me disse
E eu tenho que afirmar
Esta consagração divina
Do Pai Criador.